Em que pese o esforço do Estado e os avanços alcançados no trato com as mulheres brasileiras, sérias questões relacionadas ao encarceramento ainda não foram resolvidas. Além de contarmos com uma sociedade majoritariamente cristã e termos uma significativa evolução no ordenamento jurídico nacional, os números da violência não melhoram.

Please reload